Estudos Bíblicos

Sai Dela Povo Meu

Sai Dela Povo Meu
Wilson Lemos
Escrito por Wilson Lemos

Voltando ao nosso assunto original, pode ser que alguns dos leitores vivam em um lugar que os lembre desta Babilônia opulenta e sensual que temos descrito.

É possível que você tenha visto a substância daquilo que constitui a grande prostituta, e perceba que você está bem no meio dela. Porém, assim como Ló estava em Sodoma, talvez você esteja se sentindo muito seguro no lugar que está. Você tem uma vida confortável, segura e agradável.

Os salários são bons, o padrão de vida é alto. Bens de todo tipo são bastante acessíveis, e em grandes quantidades. A comida é abundante e os serviços públicos confiáveis. Hospitais, serviços de saúde, remédios e outras coisas mais estão bem à mão. Sua família e amigos estão lá, e a vida é ótima.

É verdade que, assim como Ló estava, assim também você está preocupado a respeito do aumento da imoralidade e de toda sujeira do pecado que aparece diariamente em todos os lugares. Mas você, talvez, apenas desliga a TV, fica indiferente e prossegue com a sua vida.

Contudo, se o lugar onde você vive é o local do qual a Bíblia está falando, se você estabeleceu o seu lar bem no meio da Babilônia de nossos dias, então, algum dia algo irá acontecer. Algum dia Jesus irá dizer: “Saí dela”. É muito claro em Apocalipse que o nosso Senhor, a quem devemos obedecer, dá uma ordem explícita aos seus filhos a respeito do lugar chamado Babilônia. Ele diz: “Saí dela, povo meu” (Apo.18.4)

Aqui encontramos algo muito difícil. De fato, esta é uma palavra que é tão dura de se ouvir que provavelmente a grande maioria do povo de Deus não estará apto a ouvi-la.

Imagine que Deus pudesse chamar você para um dia deixar tudo que lhe é querido, para abandonar sua casa, seus amigos e parentes, para deixar o conforto e a segurança de seu emprego e todo o seu ambiente, e partir para algum lugar que seja difícil, estranho e que não seja familiar.

Você iria? Poderia você obedecer uma ordem como essa de seu Salvador? Ou você acharia mil e uma razões para achar que isto não poderia ser Jesus falando a você? Minha opinião honesta é que, mesmo se aparecerem anjos ao lado de cada crente em Babilônia esta noite e claramente lhes falasse para se levantarem e partirem, apenas um pequeno número deles realmente iria.

Dois anjos foram a Sodoma. Eles falaram claramente a palavra do Senhor a Ló. Eles veementemente mandaram que Ló partisse imediatamente, dizendo: “todos quantos tens na cidade – tira-os para fora deste lugar” “Levante-se, tome a sua mulher e suas duas filhas que estão aqui, para que vocês não sejam consumidos pelo juízo que vai cair sobre esta cidade” (Gên.19.12,15)

Mas Ló teve muito problema em ouvir esta palavra. Ele se sentia feliz e confortável onde estava. Todo seu patrimônio e sua família estavam lá. Todo o seu ambiente era familiar e, portanto, ele se sentia seguro. Assim, ele “demorou-se”. Ele estava muito relutante em partir, e também estava muito temeroso sobre o que iria encontrar “nas montanhas” (Gên.19.19)

Muitos dos seus parentes se recusaram a vir com ele. Achavam que ele estava brincando (Gên.19.14), ou talvez que estivesse fora de seu juízo perfeito. Finalmente, o dia do julgamento estava às portas, e Ló ainda estava relutante. Finalmente, os anjos tiveram que arrastá-lo, juntamente com sua mulher e filhas, para um lugar seguro.

Nossa, como a palavra de Deus ainda fala a nós nos dias de hoje! Muitos do povo de Deus estão vivendo em Babilônia. Eles se sentem seguro. Eles são prósperos e contentes. Mas há dois problemas sérios. Deus nos adverte a respeito de duas consequências de continuarmos em Babilônia. Primeiro, começamos pouco a pouco a “participar dos pecados dela. (Apo.18.4)

A influência da imoralidade neste lugar é tremenda. Seus moradores são bombardeados constantemente, principalmente pela mídia, com todo tipo de perversão e impureza. Cada vez mais, talvez até mesmo sem percebê-lo, eles abaixam seus próprios padrões morais.

Eles estão sendo gradativamente influenciados a adotar os valores do mundo ao seu redor. E até mais do que isto, os filhos desses moradores estão, assim como estavam as filhas de Ló, profundamente influenciados pela crescente imoralidade.

Segundo, Deus nos avisa que Ele irá julgar esta “cidade”. Ela será destruída pelas “pragas”, principalmente pela “morte e tristeza e fome” “E ela será finalmente destruída pelo fogo, pois poderoso é o Senhor Deus que a julga” (Apo.18.8) Deixe-me adverti-lo bem claramente: Deus não irá voltar atrás neste julgamento só porque você ainda está lá.

Se você não responder à Sua Palavra e tomar os passos necessários para deixar o local, irá sofrer as horríveis consequências do que Ele disse. Mais adiante, neste livro, iremos detalhar que tipo de coisas poderão ser essas, mas por ora, é suficiente para nós simplesmente saber que Deus está falando, e que devemos obedecer.

Preparação 

Sendo assim, o que deveríamos fazer? Se começarmos a ver que vivemos num local que está próximo de ser destruído, quais passos deveríamos dar? Este autor não pensa que o julgamento sobre Babilônia ocorrerá hoje, mas sim que deverá acontecer muito em breve, do ponto de vista bíblico. Portanto, seria prudente que todos os que ouvem começassem a tomar algumas providências, a fim de se preparar para o que está por vir.

Noé foi avisado por Deus sobre um julgamento iminente. A seguir foi ele instruído a dar alguns passos concretos. Este homem respondeu em fé à palavra que tinha ouvido.

Ele, “movido pelo temor de Deus, preparou uma arca, a fim de salvar a sua família”. (Heb.11.7) Da mesma forma, os cristãos que residem em Babilônia podem neste exato momento se prepararem para “escapar”. Eles podem tomar algumas medidas, no temor de Deus, a fim de salvarem a si mesmos e as suas famílias daquilo que futuramente irá acontecer.

Assim, eles não serão pegos de surpresa, sem saber que direção tomar. Vamos supor que algum dia você tenha que deixar o lugar onde vive.

Vamos imaginar que isso aconteça a você. Há muitas decisões que devem ser tomadas com antecedência, tais como: “Para onde você iria?” “Como você chegaria nesse local?” “Como você iria sobreviver?” “E em relação ao idioma?” “Será que você não iria precisar de um passaporte?” São questões que devem ser resolvidas antes que a crise chegue.

Passos Concretos a serem dados  

Para começar, eu aconselharia que todo cristão que vive em Babilônia urgentemente consiga um passaporte para cada membro da família. Isto é essencial. Faça isto hoje! Uma vez que a perseguição comece, ou as coisas se tornem caóticas, ficará extremamente difícil deixar o país. Por isso, tenha um passaporte pronto.

Isto custará a você um pouco de tempo, esforço e dinheiro, e poderá ser um pouco difícil obtê-lo, caso seja a primeira vez. Mas não importa, obtenha este documento hoje.

A próxima questão é: Para onde você deve ir? Bem, Deus não é específico sobre isto. Cada um deverá buscar a direção de Deus para si. [A propósito, Zoar – a segura, agradável e pequena vila que fica nas proximidades” – não parece ser uma boa escolha.

(Gên.19.20,23) Após buscar a direção de Deus, procure visitar esse lugar, que parece ser um bom refúgio. Faça uma ou mais viagens até lá. Chame essas viagens de férias ou “viagens missionárias”, ou do que quiser, não importa, o importante é que você as faça.

Viagem para diferentes países. Freqüente algumas reuniões cristãs. Faça alguns amigos. Comece a aprender algumas palavras essenciais do idioma. Por exemplo, palavras como “água”, “comida” etc. são muito úteis. Se você já esteve em algum lugar por várias vezes, e conhece algumas pessoas, se fala algumas palavras da língua, então não será tão difícil ir lá novamente, quando assim for necessário.

Além do que você poderá sentir se ele realmente é um bom lugar para se refugiar. Mas, se você nunca esteve nesse lugar, não conhece ninguém e nem fala sequer uma palavra da língua, então será quase impossível para você se refugiar lá.

Uma vez que você tenha uma boa ideia do lugar para onde deve ir, há outros passos que você pode dar. Um deles é abrir uma conta corrente nesse país. Se tiver que sair de Babilônia, não poderá levar muito dinheiro com você.

Quem tiver alguma reserva financeira da qual não precise lançar mão no momento, deveria considerar colocá-la no exterior, em um lugar que fosse possível dispor do dinheiro por telefone, fax ou correio. Há muitos locais no exterior que podem servir a você.

Não é ilegal para um americano colocar dinheiro em outro país, desde que você pague as taxas. Muitos milhões de pessoas e homens de negócio fazem isso diariamente. Também, uma vez que Babilônia seja destruída, a sua moeda irá se desvalorizar. Considere manter algum dinheiro em outra espécie de moeda.

Outra coisa que muitos dos atuais residentes de Babilônia poderiam fazer, caso queiram, seria comprar um imóvel no lugar onde desejam se refugiar. Muitos países permitem que estrangeiros possuam terras ou casas dentro de suas fronteiras. Geralmente uma propriedade no exterior custa uma pequena fração do preço que você teria que pagar em Babilônia.

Se você quiser que a sua mudança de vida seja mais fácil, então faça isso.

Uma outra coisa que você deve considerar, enquanto visita outros países e planeja o seu êxodo de Babilônia, é sobre o que você pode fazer para sobreviver nessa nova terra. Ore em relação a isto. Se Deus falar para se mudar, ele também irá mostrar para onde ir, e o que fazer para se manter lá.

Embora essas coisas possam parecer muito remotas e difíceis para você hoje, em seu contexto atual, na medida em que você responder em fé em direção aquilo que Jesus vier a lhe mostrar, Ele irá mostrar a você como conseguir todas as coisas de que precisa.

 Ló não fez Qualquer Preparação 

Ló era um homem rico. Na verdade, ele era extremamente rico. Quando ele vivia com Abraão, seu patrimônio era tão grande que a terra onde estavam não podia suportar a ambos. Assim, Ló mudou-se para Sodoma. Sabemos que o pecado dessa cidade o afligia bastante, porém ele nada fez para sair de dali.(IIPed.2.7,8) Ele e sua família estavam muito confortáveis lá.

Uma vez que ele não tinha qualquer pretensão de partir, o seu êxodo aconteceu de forma totalmente inesperada. Ele não teve tempo algum para ajuntar as suas coisas, nem mesmo uma maneira para transportá-las. Toda sua riqueza e patrimônio foram deixados para trás. Podemos dizer que ele partiu levando consigo apenas a roupa do corpo.

Pode ser que o tempo sobrevenha de modo tal que Deus tomará medidas drásticas para ajudar os Seus filhos a saírem de Babilônia.

Aqueles que não deram crédito à Sua palavra anteriormente poderão precisar de algum tipo de empurrão de última hora. Mas, assim como Ló e as suas filhas, eles podem perder tudo o que têm, e ainda ter que morar em alguma caverna nas montanhas. As escrituras são muito claras.

À medida em que começamos a compreender essas coisas, deveríamos ser sábios e começar a dar alguns passos apropriados. Deveríamos usar o “pouco de tempo” que temos para fazer algumas preparações para o futuro.

Nós lemos: “Um homem prudente prevê o mal e se esconde. O simples passa ao largo e é punido.”(Prov.22.3;27.12) As pessoas simples aqui são aquelas que não se prepararam e, por isso, sofrem as consequências de sua ignorância.

Este versículo aparece duas vezes nas Sagradas Escrituras. Deus deve estar querendo dizer algo, pelo fato de repetir duas vezes a mesma coisa. Este “algo” significa que, quando virmos o mal se aproximar, devemos traçar alguns planos e fazer algumas preparativos que sejam lógicos e sensatos.

Já Noé fez, e você também pode fazer. Caso contrário, sofrerá as consequências. A Bíblia nos ensina que, quando nós começamos a dar os passos no sentido de sair de Babilônia, tornamo-nos exemplos para que outros façam o mesmo. (Jer.50.8) Nossa obediência também irá ajudar outras pessoas.

Lembre-se da Mulher de Ló

Sai de Babilônia não será nada fácil. Na verdade, será tão difícil para muitos que parecerá até impossível. Babilônia é uma localidade que parece ser muito segura. É um lugar onde existem todos os tipos de luxuosidade, facilidade e prazer. É um lugar que oferece tudo quanto o homem natural possa desejar. Consequentemente, ele exerce uma tremenda atração sobre os corações dos que lá vivem.

A idéia de se ir para um outro lugar é quase impensável. Mas Jesus nos exorta: “Lembrai-vos da mulher de Ló”.(Luc.17.32) O coração dela estava realmente ligado a Sodoma. Era lá que estavam seus bens e sua casa. Alguns de seus filhos e todos os seus netos também estavam lá. E assim, o coração dela permaneceu lá também.

Enquanto ela estava sendo arrastada para um local seguro, seus olhos e seu coração estavam olhando para trás, e assim, ela acabou sofrendo o julgamento divino e foi transformada numa coluna de sal. (Gen.19.26) 

Sobre o autor

Wilson Lemos

Wilson Lemos

Meu nome e Wilson lemos,
sou evangelista formado em bacharel em teologia pelo instituto de teologia
SETAD.

Sou casado e tenho por missão ajudar você a crescer espiritualmente em conhecimento.

Deixe um comentário