A Bíblia Não Diz

A Bíblia Não Diz Que o Dízimo, no Antigo Testamento, não era Dado em Dinheiro Também

A Bíblia Não Diz Que o Dízimo, no Antigo Testamento, não era Dado em Dinheiro Também
Wilson Lemos
Escrito por Wilson Lemos

Algumas pessoas pensam que não devem dar o dízimo, pois antigamente o dízimo era devolvido através de alimentos e animais e que hoje não é mais necessário dizimar. Este artigo esclarece esta dúvida.

ATENÇÃO: Deixando claro aqui que a questão NÃO É se devemos dar dízimo hoje na igreja ou não. O objetivo desse post é desfazer, no mínimo, essa ideia de que no Antigo Testamento não se dava dízimo em dinheiro também.

No Cristianismo existem duas correntes: uma que aceita o dízimo e outra que condena. Os que condenam dizem algo mais ou menos assim: “Dízimo, no Antigo Testamento, não era relacionado a dinheiro. Dízimo era relacionado a comida, alimentos, agropecuária.

Ofertas podiam ser trazidas em forma de dinheiro (2 Reis 22:4-7). Mas, quando o assunto era DÍZIMO, somente ovelhas, bois, grãos e comida eram aceitos. Dinheiro nunca!”

Vamos conferir…

A primeira ocorrência da palavra “dízimo” nas Escrituras está em Gênesis 14:20: “E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos. E Abrão deu-lhe o dízimo de tudo”. Aqui, Abraão vai em busca de seu sobrinho Ló trazendo junto com ele os “espólios” (coisas tomadas dos inimigos) da guerra.

Parte destes espólios foram entregues como dízimo por Abraão. Mas o que eram estes espólios? A Bíblia nos esclarece: “E tomaram todos os bens de Sodoma, e de Gomorra, e todo o seu mantimento e foram-se” (Gênesis 14:11). Então os espólios eram os “bens de Sodoma e Gomorra” e todo o mantimento.

Pelo texto, o dízimo foi dado de tudo (inclusive ouro, prata, etc) e não somente dos “alimentos” que estavam disponíveis ali como espólio de guerra.

Uma outra ocorrência diz algo semelhante: “E esta pedra que tenho posto por coluna será casa de Elohim; e de tudo quanto me deres, certamente te darei o dízimo” (Gênesis 28:22). Neste caso, Jacó estava indo para a casa de Labão e quando teve um encontro com Deus, ele lhe faz uma oração e lhe diz que daria o dízimo “e de tudo quanto me deres”. Creio que “tudo” é tudo, incluindo o salário de Jacó!

Finalmente, quando o Templo ainda estava de pé, eles agiam desta mesma forma: “E, depois que se divulgou esta ordem, os filhos de Israel trouxeram muitas primícias de trigo, mosto, azeite, mel, e de todo o produto do campo; também os dízimos de tudo trouxeram em abundância.

E os filhos de Israel e de Judá, que habitavam nas cidades de Judá, também trouxeram dízimos dos bois e das ovelhas, e dízimos das coisas dedicadas que foram consagradas ao Senhor, o seu Deus; e fizeram muitos montões” (2 Crônicas 31:5-6).

No texto verificamos que os dízimos eram trazidos dos alimentos mas no mesmo verso diz-se que eram também trazidos “os dízimos de tudo” em abundância!

Portanto concluímos que seria impossível dizer que nas Escrituras os dízimos são somente dos “alimentos” ou dos animais do rebanho. Dízimo é o produto de qualquer coisa que se produz, ou do fruto de uma realização qualquer, como por exemplo o seu trabalho, salário, etc!

Duvidas, críticas e sugestões nos mande mensagem pessoal ou nos comentários.

http://www.evangelistawilsonlemos.ga/categorias/a-biblia-nao-diz/
Deus nos guie pelo o que a Bíblia diz.

Sobre o autor

Wilson Lemos

Wilson Lemos

Meu nome e Wilson lemos,
sou evangelista formado em bacharel em teologia pelo instituto de teologia
SETAD.

Sou casado e tenho por missão ajudar você a crescer espiritualmente em conhecimento.

Deixe um comentário